Mangal das Garças tem um novo casal: os dois tucanos-de-bico-preto estão namorando

Mangal das Garças tem um novo casal: os dois tucanos-de-bico-preto estão namorando

Um dos locais mais requisitados pelos amantes de natureza da região paraense, o Mangal das Garças possui um grande acervo de aves marcantes que expressam uma parte da vasta beleza da Amazônia. Dentre estas espécies, estão os tucanos-de-bico-preto (Ramphastus vitellinus), presentes na ilha, que antes era o recinto da falecida tuiuiú e agora possui a exótica ave conhecida como cabeça-seca (Mycteria americana), uma arara-vermelha (Ara chloropterus), uma arara-canindé (Ara ararauna) e três tucanos, dentre eles, o recém-formado casal de tucanos-de-bico-preto, que agora estão namorando.
“Estas aves foram trazidas pela SEMAS, um deles foi abandonado pelo dono quando filhote no Parque do Utinga, e foi temporariamente cuidado pela equipe técnica do Ideflor-bio antes de vir ao Mangal das Garças”, diz Camilo González, veterinário do Parque.O veterinário acrescenta que os animais foram recebidos e devidamente cuidados no Parque Zoobotânico, sendo que um dos tucanos resgatados veio para o Mangal ainda filhote e terminou de ser criado pelos cuidados da equipe técnica do espaço. Após este processo, no qual as aves foram examinadas, foi realizada a sexagem delas no Instituto Evandro Chagas, uma agência governamental que tem parceria direta com o Mangal.
“Inicialmente, a interação dos tucanos não foi tão positiva, porém, após um promissor trabalho comportamental que fizemos para aproximação e adaptação deles, a relação melhorou bastante e eles estão inseparáveis”, revela González.
Camilo diz que ainda não há sinais de comportamento reprodutivo, porém já conseguiram distinguir o macho e a fêmea, além da interação estar cada vez melhor. Segundo o veterinário, eles costumam sempre brincar e ficar juntos a maior parte do tempo.
“Estamos esperançosos de que, logo mais, teremos alguma atividade reprodutiva, que nos presenteará com mais animais desta bela espécie que tanto enaltece nossa fauna amazônica”, finaliza Camilo.
O tucano-de-bico-preto mede cerca de 46 centímetros de comprimento. Sua principal característica, o bico negro, é comprimido lateralmente na parte superior, característica visível conforme a iluminação, onde se percebe uma espécie de vinco. No habitat natural, possui uma alimentação diversificada, que varia de artrópodes em geral (inclusive cupins, no cupinzeiro e em revoada), aranhas, ovos, filhotes de outras aves, anfíbios e morcegos.

Programação diária no Mangal:
– Soltura das borboletas no Borboletário: 10h e 16h (monitorado)
– Passeio da Coruja Olívia: de terça a sexta – 17h
– Alimentação das garças no Recanto da Curva: 11h, 15h, 17h30
Serviço
O acesso ao Mangal das Garças exige o uso obrigatório de máscara e permanência no local.
Funcionamento: de terça a domingo, das 8h às 18h. O espaço fecha para manutenção nas segundas-feiras.
Espaços monitorados: Farol, Viveiro das Aningas, Museu Amazônico da Navegação Reserva José Márcio Ayres (borboletário). Para visitar os espaços monitorados, é necessário adquirir o ingresso por R$ 5,00 cada.

Texto: Gabriel Nascimento

Deixe uma resposta