Papagaio ‘Guacamole’ é a mais nova atração do Mangal das Garças

Papagaio Guacamole

O papagaio Amazona Farinosa é um espécime que pode ser encontrado com frequência na Amazônia e no “Mangal” está acessível à visitação pública

O Parque Zoobotânico Mangal das Garças, administrado pela Organização Social Pará 2000, foi presenteado com um papagaio-moleiro (Amazona Farinosa), carinhosamente nomeado como Guacamole, devido à tonalidade esverdeada das penas da ave, que remete à comida típica mexicana. O animal é a mais nova atração do parque e pode ser visto no borboletário José Márcio Ayres, um dos vários espaços de visitação do Mangal, que funciona de terça-feira a domingo, das 8h às 18h, com entrada gratuita.

O papagaio chegou ao Parque por intermédio da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), que recebeu a ave com lesões no corpo, penas das asas cortadas e o bico machucado. O animal estava sob a posse de uma pessoa havia quatro meses, portanto já estava habituada a conviver com humanos e não tinha mais como voltar à natureza.

“Ele é um animal super dócil. Não costuma atacar de nenhuma forma. É uma ave que já adquiriu comportamentos decorrentes da convivência com as pessoas”, conta Basílio Guerreiro, biólogo do Mangal das Garças.

Pelo número excedente de papagaios no Parque, o Guacamole foi agregado ao espaço do Borboletário José Márcio Ayres, onde costuma ficar passeando e acessível à visitação do público.

O papagaio Amazona Farinosa é um espécime que pode ser encontrado com muita frequência na Amazônia e em estados do Sudeste e do Centro-oeste brasileiros. Como todo papagaio, tem uma vida longa, eficiência em vocalizar músicas e falas.

“Uma das coisas mais interessantes nele é que, diferentemente dos papagaios mais comuns, ele possui 40cm de comprimento e uma média de peso que varia em torno de 540 a 700 gramas. Ou seja, ele é uma ave bem grande”, comenta o biólogo Basílio Guerreiro.

O Mangal das Garças é aberto ao público de terça a domingo, de 8h às 18h. Nesse período de pandemia o acesso está sendo monitorado para evitar aglomerações. O espaço conta com medidas de segurança sanitária como medidor de temperatura na entrada, álcool em gel e banners com informações sobre a doença distribuídas em vários pontos do local. Além disso, para entrada e permanência no local é obrigatório o uso de máscaras.

SERVIÇO

Programação diária no Mangal das Garças:

– Soltura das borboletas no Borboletário: 10h e 16h

– Alimentação das garças no Recanto da Curva: 11h, 15h, 17h30

– Passeio da Coruja Olívia: 17h às 18h.

*Entrada franca
Para visitar os espaços monitorados é necessário adquirir o ingresso por R$5.
O Mangal das Garças fica na rua Carneiro da Rocha, s/n, no bairro da Cidade Velha, em Belém.

*Por Gabriel Nascimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *